segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Gilvan Alves lista projetos aprovados em 2017 que não foram executados pelo executivo


O Vereador Gilvan Alves usou a tribuna nesta na última sessão durante o grande expediente e explicou a impasse no projeto de calçamento do Bairro Garilândia e garantiu que o mesmo será aprovado. Inclusive em sua fala, o vereador relembrou que no ano de 2017, apresentou uma indicação para que essa obra fosse feita.

Diante da falta do balanço das contas que asseguram o superávit para o recurso da obra, Gilvan Alves reforçou que o mesmo ainda não fora publicado, e não se sabe o valor dessa “sobra” ou mesmo se ela existe. Aproveitando para detalhar que se o município quiser, já existem outras possibilidades para a pavimentação do bairro, seja por anulação de despesa, ou mesmo se utilizando do orçamento no qual já existe 500 mil para calçamento.

Aproveitando o contexto, o parlamentar analisou diversos projetos que foram aprovados em 2017 e não foram executados, listando para os ouvintes vários deles:

100 mil reais para reforma do SAMU, aprovado e não executado;
Calçamento de Soledade, aprovado e não executado;
Reforma de 18 escolas, aprovado e não executado;
104 mil reais para a quadra Soledade, aprovado e não executado;
400 mil reais para asfalto, e nenhuma rua foi asfaltada;
182 mil reais para o prédio do PAF, aprovado e não executado;
140 mil reais para a quadra do Córrego, aprovado e não executado;
300 mil reais para a aquisição do ODONTOMÓVEL, aprovado mas não foi adquirido. 
170 mil reais para a UBS do Góis, aprovado e não executado.


Dessa forma, Gilvan Alves encerrou sua fala questionando de quem é a culpa desse tipo de problema, garantido que a câmara irá aprovar o projeto, quando este estiver dentro das conformidades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário